terça-feira, 28 de junho de 2016

ela é aquela amiga que só aparece quando está só e na merda.

Ela é amiga só nos momentos ruins (dela)

Se aquela sua amiga some, se ela não atende mais os telefonemas e nem se dá mais ao trabalho de responder seus emails, pode apostar: ela está amando!


Não que isso seja uma novidade.
Aliás, só no ano passado foram 12 amores, um para cada mês do ano.


E apesar de tantos "amores", poucos foram os que você teve a chance de conhecer pessoalmente, não é incrível? 

É, mas assim que ela leva um pé na bunda ela resolve aparecer. 
E ela aparece acompanhada por uma nuvem negra sobre a cabeça. 

Arre! A peste quando leva um pé na bunda fica tão negativa que chega a te dar arrepios na espinha!

E tome lamentos:

O mundo não presta, a vida não vale a pena, os homens não prestam e ela nunca mais vai se apaixonar.

Olha, de agora em diante ela vai ser ruim e pisar em todos os homens...

Ou seja: senta, porque lá vem história!

É, definitivamente, ela é aquela amiga que só aparece quando está só e na merda.


Aliás, nunca passou pela sua cabeça que para ela você é uma espécie de "muro das lamentações"?

Pombas, que tal aparecer de vez em quando na época das vacas gordas? Tem que ser só para chorar a perda de homem, caramba?

E o pior é que nessas fases, essas amigas resolvem grudar o tempo todo, já reparou?
Eu tenho uma colega que depois que sua "melhor amiga" levou mais um fora de um novo namorado, todo os dias aparecia no mesmo horário para conversar.
Ela chegava lá pelas duas horas da tarde, e ficava até umas dez da noite...

Quem aguenta aturar uma criatura chorando por causa de macho por tanto tempo?

Claro, nem todas só aparecem quando levam um chute. 

Tem sempre aquelas que só se lembram que você existe quando brigam com o benzão. 
E nessas horas elas nem querem saber se você não está interessada no papo furado. 
Que nada, elas começam a falar sem nenhuma cerimônia, contam todos os detalhes da relação...

Haja paciência.


Oras, ela está carente, precisa de alguém para desabafar, e nenhuma amiga é tão compreensiva como você.

Tadinha de você...
Viu o que acontece quando a gente dá uma de bonzinho demais?

Agora, carregar amiga "viuva-de-homem-vivo" para balada é pedir para se ferrar.
Claro, porque tem umas que resolvem afastar todos os homens do pedaço - principalmente os que te interessam. 

Você queria dançar, conhecer gente nova, mas o "espantalho de macho" afasta todos os que tentam te conhecer:
"Cara, você não viu que ela está conversando comigo?"

Só que nos momentos em que ela está apaixonada, cadê a criatura? 

Sim, você tinha mais era que levantar as mãos para o céu e agradecer que ela arrumou um novo amor e sumiu da sua vida, mas não dá para evitar aquela sensação de que você só serve de estepe, não é mesmo?


Olha, tem um filme do Charles Chaplin, Luzes da Cidade, em que ele tem um amigo milionário, que era alegre e bem louco quando estava bêbado, mas quando sóbrio nem se lembrava da cara dele.

Tudo bem, no caso do filme o tal milionário sofria de amnésia alcoólica, mas existem amigas, que quando estão namorando parecem fazer questão de não lembrar que você existe.

Pode ligar, mandar email, deixar posts no face, twitter, que vai ficar tudo no vácuo.

Se bobear, nem vale a pena dar um "oi" quando cruzar com a infeliz na rua, porque se ela estiver acompanhada pelo morzão, é bem capaz de fingir que não te conhece.

Lógico, mulher comprometida tem que viver só para o amor de sua vida. 
Uma visitinha no dia do seu aniversário para dar os parabéns e comer um pedacinho de bolo? Nunca! Isso é coisa chata, melhor é ficar com o benzão e seus amigos. 
Aliás, os amigos dele agora são os amigos dela. O resto é resto.


Mas, como para esse tipo de tapada a coisa mais rara do mundo é um homem disposto a ficar mais do que algumas semanas, heis que o telefone toca:
"Aí, amiga...Eu tô muito mal porque o Duda terminou comigo!!!! Buáááá!!!"

Então você termina de escutar a choradeira, espera a criatura só tomar fôlego, e manda seu recado: 

"Desculpe, mas você ligou para a o telefone errado...O número do CVV (centro de valorização da vida) é outro!

E nem perca tempo, bata o telefone e deixe a infeliz falando com o "tutututu".

..........................................................................................................
Leia meu livro QUERO SEU SORRISO DE VOLTA e vire uma mulher ruim e feliz!!
www.revistaandros.com.br - © Copyright 2016 - Revista Andros

Nenhum comentário:

correr atrás é afastar o outro