domingo, 10 de julho de 2016

É sua obrigação trabalhar para que seu amanhã não dependa dele estar ou não com você

Faça o seu caminho

Faça seu caminho...

Por bem ou por mal, pela falta ou pela fuga, um dia você terá que caminhar com as próprias pernas.

Sempre faço questão de frisar que toda mulher deve ser independente. 

Não importa que a vida entre vocês seja uma maravilha, que ele seja o homem que sempre sonhou, mesmo assim é sua obrigação trabalhar para que o seu amanhã não dependa dele estar ou não ao seu lado.


É terrível, mas existem muitas mulheres que perdem seus maridos e acabam na rua da amargura. Sim, porque ainda hoje existem casais onde todo o sustento da família depende do homem.

Então é aquela coisa de faltar o chão, do padrão de vida despencar, e por mais que tente, não tem como pagar as contas.

Conheço viúvas que não tinham nem o que comer em casa, porque o marido nunca se preocupou em guardar um centavo.

É, gente, a vida não é boa nem ruim, apenas nos dá de acordo com o que plantamos.

Por isso, por mais que ame este homem de paixão, nunca deixe de fazer o seu caminho. 

Trabalhe, estude, busque sempre o sucesso!! 

No mínimo estará duplicando o esforço de uma vida melhor para os dois. Sozinho ele pode comprar aquele apartamento do tamanho de uma caixa de fósforo, mas com sua ajuda, vocês podem morar em algo bem melhor, uma casa de quatro quartos, por exemplo. 

Como? Você acha que estou exagerando? 
Oras, minha cara, com os dois na luta fica muito mais fácil atingir o sucesso, porque um dará força para ao outro.

Porque amor não é só sexo e beijo na boca. 
Amor para dar certo tem que ter muito mais cumplicidade do que emoções.

E é preciso ter tesão, querer muito dar aquela guinada na vida porque, acredite, nada é melhor que o incentivo da pessoa amada.


Sim, o seu sucesso irá empurrá-lo da mesma maneira que você também irá colher os frutos que ele plantar.

Um bom exemplo é uma leitora que resolveu fazer um trato com o marido.
Ele faria uma universidade por ser mais velho, e as mensalidades seriam divididas entre eles. Então, antes mesmo de se formar, foi a vez dele ajudá-la a entrar em uma faculdade. Hoje os dois estão muito bem na vida, formados, ganhando muito mais do que antes, porque cursar uma universidade foi um investimento, algo que fez com que pudessem alçar voos mais altos.

Nunca deixe que a falta dele acabe sendo uma péssima lição porque, acredite, quando se está na merda poucas coisas são tão ruins quanto lembrar daquelas coisas que deixou de fazer . 

Aí não adianta chorar, lamentar as oportunidades perdidas, porque a vida te deu muitas, mas você que não quis pegar: 

"Ah, eu já estou casada, tenho um bom padrão de vida, tenho filhos pra cuidar, meu marido paga todas as contas, pra quê eu vou trabalhar?"

Olha, as varas de família estão lotadas com processos abertos, por mulheres que eram tão apaixonadas, que largaram os estudos e deixaram de trabalhar, tudo para viverem um sonho dourado.

Só que o sonho sempre acaba, não tem jeito!



Pombas, já trabalhei com um cara que ganhava mais de 6 mil por mês, mas que na época pagava meio salário minimo de pensão para a filha.

Ele era representante de vendas, ganhava uma fortuna com comissões, mas era tudo por baixo dos panos, pago em dinheiro vivo, já que o salário registrado em carteira era uma merreca.

Olha, quando um homem não quer, ele é capaz de fazer qualquer coisa para não pagar o valor correto de uma pensão alimentícia...

Uma coisa bem comum é o sujeito pagar a pensão de acordo com sua vontade.
Por exemplo, ele paga um mês e fica devendo o outro. 

E é lógico que ele faz isso porque sabe muito bem o estrago que fará no orçamento
 da ex-esposa. Sim, porque ele aceita o acordo, acata as ordens do Juiz, mas no final acaba pagando apenas a metade da pensão. 

Então, quando a esposa está para entrar com um processo, o que é que ele faz? Paga todos os atrasados e fica quites com a justiça. Só que depois começa tudo de novo, atrasando a pensão, pagando de dois em dois meses...


Pior do que isso é o cara ameaçar cortar a pensão se a esposa reclamar muito.

 Nesse caso ela fica entre a cruz e a espada, porque sabe que ele vai usar os filhos para não ir em cana. Sim, porque começam as chantagens, aquela coisa de "você vai mandar para a cadeia o pai dos seus filhos?". E pode crer que depois de um tempo ele paga apenas o que acha que deve pagar - na maioria dos casos acaba sendo uma bela economia.

Olha, tem homem que gasta muito mais do que deveria, enchendo os filhos de roupas, presentes, e até dá uma mesada, mas não deixa de ser sacana.

Por isso que tem mulher que não tem um puto para comprar um picolé, mas não tem como reclamar, porque os filhos estão bem vestidos, a geladeira está cheia com as compras que ELE faz, as mensalidades da escola estão toda pagas por ELE, ou seja, ELE supre todas as necessidades dos filhos, mas não entrega um centavo nas mãos da esposa, que muitas vezes não consegue trabalhar porque tem que cuidar dos filhos.


Então, quando a mulher resolve reclamar, ele deixa de dar presentes, corta os passeios e as mesadas , enfim, faz de tudo para que os filhos saibam que o fim da "boa vida" é por causa da mãe:

"Olha, sua mãe está querendo mais grana, por isso eu vou ter que cancelar aquela sua viagem à Disney"
.

Vixe! Isso é pura "alienação parental"!!!

Ainda mais porque na visão de todo mundo ele nunca deixou faltar nada, enquanto que ela, a ex-esposa, não passa de uma vadia que deveria arrumar um emprego para deixar de explorar o "coitado".

E mesmo que ela trabalhe, se for uma dessas que só tem o segundo grau incompleto, dificilmente conseguirá dar o mesmo padrão de conforto para os filhos.

Então, minha filha, vai estudar, vai trabalhar, 
vai fazer pela sua vida o que ninguém mais fará.

..........................................................................................................
Leia meu livro QUERO SEU SORRISO DE VOLTA e vire uma mulher ruim e feliz!!
www.revistaandros.com.br - © Copyright 2016 - Revista Andros

Nenhum comentário:

PODE AMAR O MELHOR AMIGO.